WILLIMAS APOSTA EM PILOTOS NOVOS PARA A TEMPORADA, MAS NÃO ABRE MÃO DE ROBERT KUBICA

Elson Pinheiro Fórmula 1 há 1 ano
Sergey Sirotkin e Lance Stroll em dois dias da pré-temporada....

O resultado dos testes de pré-temporada foi bastante incomum para a equipe Williams. Seu piloto reserva, Robert Kubica, dividiu o carro com Sergey Sirotkin e Lance Stroll em dois dias da pré-temporada e bateu ambos por 0s3 e 0s6 respectivamente no resultado final de cada dia. Vice-diretora da Williams, Claire Williams acalmou os ânimos apesar do resultado. Perguntada sobre o que os tempos da equipe em Barcelona disseram sobre a decisão da dupla de 2018, ela disse: "eu acho que isso fala que tem sido um cronograma de testes muito desafiador, principalmente devido ao clima”.

"Alguns puderam sair e fazer uma tentativa em um pneu macio em condições perfeitas, mas outros pilotos podem não ter tido essa oportunidade, porque o tempo pode não ter sido tão grande, ou por que se escolheu um acerto que talvez não fosse o melhor.” "Então, não acho que você possa necessariamente julgar, não com esse nível de detalhes." A equipe andou com Kubica e Sirotkin seguidamente no teste pós-temporada em Abu Dhabi no ano passado. A Williams descreveu a sessão como "uma avaliação extensiva, e provavelmente a mais exaustiva” que já fizeram.

No final, o russo conseguiu o lugar por ter sido mais veloz, segundo o time. Falando mais dos resultados do teste de Barcelona, ​​Claire disse: "eu acho que você pode olhar a folha de tempos e dizer: 'uau, a Mercedes está no topo'. Provavelmente isso é certo”. "Mas acho que quando você está olhando e tentando comparar os pilotos dentro de uma equipe durante uma sessão de teste sem saber o programa que os engenheiros estavam fazendo e levando em conta as condições climáticas, é difícil avaliar”."Eu acho que é muito difícil sentar e perguntar: ‘a Williams tomou a decisão errada? Por que o piloto reserva marcou a volta mais rápida?' Não, não acho que seja o certo.”

 

Notícias Relacionadas