VASCO VENCE DE VIRADA NO BRASILEIRO B

Elson Pinheiro Profissional há 11 meses
retorna aos gramados nesta quarta-feira.....

Em busca da segunda vitória pelo Campeonato Brasileiro, o Vasco da Gama retorna aos gramados nesta quarta-feira (18/06), às 19 horas, para medir forças com o Avaí. O duelo será disputado no Estádio de São Januário, e o objetivo cruzmaltino é somar mais três pontos para se aproximar da zona de classificação para a Série A de 2022. A partida será transmitida pelo canal por assinatura Premiere.  Atual campeão catarinense, o Avaí é um velho conhecido de um dos protagonistas do primeiro triunfo cruzmaltino no Brasileiro. Autor do primeiro gol contra o Brasil de Pelotas, Daniel Amorim defendeu as cores do clube catarinense e se destacou, marcando 19 gols no total. Em 2019, o atacante teve uma média de 0,50 gols por jogo – com 28 partidas e 14 bolas na rede. Uma delas justamente no empate em 1 a 1 com o Gigante da Colina, na última vez que o confronto da próxima quarta (16) aconteceu em São Januário.

– Estamos numa sequência boa, todos se doando muito. Passamos de fase na Copa do Brasil e fomos buscar essa vitória fora de casa pela Série B. Agora temos o Avaí. Já joguei lá, eles têm vários jogadores experientes, um time bom. Em 2019, eu tive a felicidade de marcar aqui contra o Vasco. Agora meu foco é estar preparado para aproveitar a oportunidade, se ela aparecer, e marcar com as cores do clube, ajudando na conquista de mais uma vitória – afirmou Daniel Amorim, falando em seguida sobre o gol marcado no Rio Grande do Sul.

– Feliz demais de poder entrar e ajudar fazendo gol, que é minha função. Foi meu primeiro gol pelo Vasco, um clube gigante, de história maior ainda, então é claro que vai ficar marcado. O que me deixou ainda mais contente foi termos virado o jogo e conseguido a vitória. A gente já merecia todos lutaram muito para isso – afirmou o centroavante, que chegou por empréstimo do Tombense-MG, onde fez seis gols em sete jogos na temporada 2021. Vasco e Avaí já se enfrentaram 26 vezes ao longo da história, e o retrospecto é favorável ao Gigante da Colina. São 15 vitórias cruzmaltinas, seis empates e apenas cinco triunfos do clube catarinense. O Gigante da Colina não perde nesse confronto desde 2016. De lá pra cá, sete partidas, com quatro vitórias vascaínas e três empates. Os últimos jogos aconteceram em 2019, pelo Campeonato Brasileiro. Os dois terminaram empatados.

 

Notícias Relacionadas