NEGOCIAÇÕES DURANTE PANDEMIA AJUDAM COFRES DO GRÊMIO

Elson Pinheiro Profissional há 1 mês
Arthur e Dudu renderão dinheiro ao clube gaúcho..

O Grêmio está prestes a receber uma quantia milionária em decorrência de negociações que se iniciaram durante a pandemia do coronavírus. E não será pela venda de Everton e nem de Matheus Henrique, para o bem do time de Renato Portaluppi. 

O mecanismo de solidariedade da Fifa, que prevê um percentual para os clubes formadores de atletas até os 22 anos irá incrementar os cofres tricolores em meio à crise financeira provocada pela parada do futebol. Gaúcha ZH,  separou as possibilidades de caixa neste âmbito para o Grêmio.

 Al Duhail se aproxima de Dudu após indicar oferta como Palmeiras ...

Dudu

O atacante está prestes a trocar o Palmeiras pelo Al Duhail, do Catar. Com passagem pelo Grêmio em 2014, o jogador tinha 22 anos — idade limite do mecanismo de solidariedade da Fifa — quando deixou Porto Alegre, o que dá aos tricolores o direito a 0,5% da negociação. A transação, que deve ser concretizada nos próximos dias, gira em torno de 13 milhões de euros, o que equivale a cerca de R$ 77,6 milhões. Os gremistas podem receber quase R$ 400 mil na transferência.

Juve chega a acordo por Arthur, e negociação deve render fortuna ...

Arthur

Vendido pelo Grêmio ao Barcelona em 2017, o volante irá para a Juventus na próxima temporada. A negociação envolve 72 milhões de euros e renderá R$ 15,48 milhões ao Grêmio.

 Grêmio pode lucrar R$ 70 milhões com possível venda de Tetê do ...PSG desiste de contratar Alex Telles devido ao alto valor pedido ...

                        Tetê                                                      E                              Alex Telles

Os dois atletas têm chances reais de deixarem seus clubes até o fim desta temporada. Alex Telles, do Porto, teve proposta de 20 milhões de euros do PSG para trocar Portugal pela França. Com os 0,5% a que tem direito, o Grêmio ficaria com cerca de R$ 600 mil.  Já Tetê, que nem chegou a estrear pelo profissional e foi vendido para Shaktar Donetsk, da Ucrânia, em fevereiro de 2019, pode ser negociado em breve. Milan e Roma fizeram consultas pelo jogador. Caso haja transferência, o Grêmio tem direito a 17% do valor — o clube detém 15% dos direitos e 2% no mecanismo de solidariedade.

 

 

 

Notícias Relacionadas